startup-inova-no-setor-de-transporte-e-logistica

Startup inova no setor de transporte e logística

Em março de 2020, foi iniciada a CargOn, startup inova em Curitiba e no país. E tem como objetivo melhorar o setor de transporte e logística. O surgimento da empresa é explicado pelo fundador e CEO, Denny Mews.

“Por 17 anos eu trabalhei em uma grande transportadora e lá nós tínhamos muita dificuldade em conseguir boas soluções relacionados à logística, as vezes até dos próprios softwares. E foi com esse intuito que a CargOn nasceu, para facilitar a logística das empresas”, explica Mews.

Logística de ponta a ponta

A CargOn realiza todos os processos para fazer a entrega do material e também, faz a gestão para empresas com frota própria. Além disso, os carreteiros autônomos podem baixar um aplicativo gratuito para buscar a carga que interessa a eles.

Soluções Logísticas

Conheça mais sobre os produtos oferecidos pela Startup para inovar no setor logístico.

Mews relata que a CargOn está expadindo, com previsão de abrir filiais, até o mês de maio, em Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Para conhecer todos os serviços, acesse o site.

Reportagem realizada pela Rede Massa, empresa filiada do SBT aqui no Paraná. Link da matéria completa: https://www.redemassa.com.br/noticias/startup-de-curitiba-inova-no-setor-de-transporte-e-logistica/

Mais notícias sobre Startups, logística, tecnologia e inovação acompanhe meu blog com artigos pertinentes sobre o que acontece no setor, e outras notícias sobre o que tenho realizado juntamente com a CargOn.

numero-deu-startups-paranaenses cresceu-39%-em 2020

Número de Startups paranaenses cresceu 39% em 2020

A crise do novo coronavírus não impediu que o ecossistema de inovação paranaense ficasse mais robusto em 2020: o número de Startups paranaenses cresceu 39% em relação ao ano anterior. É o que mostra o mapeamento Startups Paranaenses 2020/2021, lançado pelo Sebrae/PR nesta terça-feira (9). Foram 1.434 empresas mapeadas, contra 1.032 do estudo precedente.

CargOn entrega o número de Startups paranaenses que nasceram justamente em meio a pandemia.

E, dentro desse cenário, quais são as empresas para ficar de olho? Algumas startups ganharam destaque no último ano, e integram a pesquisa por terem participado de outras duas iniciativas do Sebrae: 12 foram vencedoras do evento StartupPR Conecta Awards nas categorias Referência e Revelação, e quatro são finalistas do programa Capital Empreendedor, do Sebrae Nacional.

São elas: Arbo Imóveis, CargOn, Clube da Robótica, CustomerX, Cor.Sync, Docato, EdukaMaker, Geo-X, Huntax, Manfing, MarQPonto, QRiativa, SantéMed, Sischef, Trucker do AgrO e Verifact.

Mais notícias sobre Startups, logística, tecnologia e inovação acompanhe meu blog com artigos pertinentes sobre o que acontece no setor, e outras notícias sobre o que tenho realizado juntamente com a CargOn.

Link da matéria completa: https://www.gazetadopovo.com.br/gazz-conecta/numero-de-startups-paranaenses-cresceu-39-em-2020/
A Gazeta do Povo é um jornal sediado em Curitiba, no estado brasileiro do Paraná. O periódico circula semanalmente no formato impresso, mantendo suas notícias diárias no formato digital.

Startup-desponta-no-mercado-com-solução-diferenciada-em-transportes

Startup desponta no mercado com solução diferenciada em transportes

A startup desponta no mercado, a curitibana CargOn ainda não completou um ano de existência, mas já foi premiada como uma das 10 melhores logtechs do Brasil. A proposta da startup é digitalizar totalmente o gerenciamento de indústrias e transportadoras. A inovação foi reconhecida neste mês de novembro por uma das maiores plataformas de impacto na conexão entre empresas e startups, a Open Startups.

“Logtech curitibana lança sistema digital na pandemia e é premiada 9 meses após início de atividades”

O atual cenário global obrigou empreendedores a se reinventarem, mas o CEO & Founder da CargOn, Denny Mews, não imaginava que iniciaria as atividades da sua empresa no mercado no mesmo mês em que a pandemia chegou ao Brasil. De acordo com o empreendedor, o novo cotidiano imposto obrigou empresas a adiarem projetos, mas também abriu caminho para que a proposta da startup ganhasse espaço.

Link da matéria completa: http://www.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/NA/startup-desponta-no-mercado-com-solucao-diferenciada-em-transportes,41e945baeeaf5710VgnVCM1000004c00210aRCRD

Para quem já é ou quer ser empresário, o Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná é a opção mais fácil e econômica de obter informações e conhecimento.

Criado na década de 1970, o Sebrae apoia as decisões dos empresários, dos potenciais empresários e dos potenciais empreendedores, no campo e na cidade, porque é a instituição que entende de pequenos negócios e possui a maior rede de atendimento do País.

Mais notícias sobre Startups, logística, tecnologia e inovação acompanhe meu blog com artigos pertinentes sobre o que acontece no setor, e outras notícias sobre o que tenho realizado juntamente com a CargOn.

demo-attachment-534-aj-garcia-237246-unsplash

Os desafios logísticos no transporte das vacinas contra o Covid-19

Há nove meses enfrentamos uma das maiores pandemias mundiais por conta da proliferação da COVID-19, e por isso agora as atenções são dadas aos desafios logísticos no transporte das vacinas.

Com isso, muitos negócios precisaram inovar para superar as diversas crises econômicas desencadeadas pela quarentena e pelo isolamento social.

E na área da logística não foi diferente. Novas tecnologias precisaram ser adotadas, a fim de serem implantadas da melhor forma possível, especialmente quando falamos de segurança no transporte de cargas.

“A mais recente carga, pela qual todos os brasileiros estão esperando, e finalmente está prestes a chegar às unidades de saúde de todo o Brasil, é a de vacinas contra a COVID-19.”

Dificuldades e desafios que enfrentaremos para realizar todas as etapas logísticas da entrega das vacinas, é um grande desafio para o Brasil, por isso recursos tecnológicos são essenciais para trazer soluções praticas e eficazes para o setor logístico.

Link para a matéria completa: politica.estadao.com.br/os-desafios-logisticos-no-transporte-das-vacinas-contra-a-covid-19

O Estado de S. Paulo, também conhecido como Estadão, é um jornal brasileiro publicado na cidade de São Paulo desde 1875. Ao lado de O GloboFolha de S. PauloZero Hora e Valor Econômico forma o grupo dos principais jornais de referência do Brasil, esses, junto ao jornal popular Super Notícia, são os jornais brasileiros de maior circulação.

Mais notícias sobre Startups, logística, tecnologia e inovação acompanhe meu blog com artigos pertinentes sobre o que acontece no setor, e outras notícias sobre o que tenho realizado juntamente com a CargOn.

demo-attachment-531-lee-campbell-512447-unsplash

Conceito de MVP: sua boa ideia corresponde à realidade do mercado?

MVP é a sigla para Minimum Viable Product ou Produto Minimamente Viável, em português, neste sentido baseia-se o conceito de MVP.

Trata-se de uma metodologia que prova a visão inicial de um produto ou serviço a ser desenvolvido por determinada empresa que, em linhas gerais, comprova se aquela boa ideia é mesmo interessante para os clientes e se ela possui base para as demandas reais do mercado.

MVP é a sigla para Minimum Viable Product ou Produto Minimamente Viável, em português.

Sou um fã da técnica do MVP e a aplico consistentemente em meu negócio, uma startup de logística.

Gostaria de compartilhar com vocês alguns conceitos sobre esse tema, para que entendam como ele pode potencializar as ideias e projetos da sua empresa.

MVP: definição

O conceito de MVP é uma metodologia de testagem para um produto ou serviço ainda em fase de desenvolvimento, o que reduz substancialmente seus riscos, sendo o principal deles, a salvaguarda do investimento.

Além disso, também permite aprimorar modelos de negócio e fluxos de processos por meio de feedbacks dos clientes. As startups são mais conhecidas por adotar o MVP, mas ele já está bastante difundido entre empresas de diferentes portes.

Assim, o objetivo do MVP é desenvolver estratégias para agir pontualmente em aspectos que envolvam desperdício de tempo, dinheiro e recursos.

Está diretamente ligado ao conceito de Lean Startup, ou Startup Enxuta, em que se pressupõe atingir a maior qualidade possível, gerando um time-to-market mais imediato e com o menor nível de incertezas.

Tudo isso se aplica a partir de testes primários que validarão a viabilidade do produto ou serviço, com diversas experimentações práticas que serão desenvolvidas para um grupo selecionado de clientes.

No entanto, não se trata do produto ou serviço final, mas de uma espécie de ensaio que envolva o mínimo de recursos possíveis e que, em sua totalidade, mantenha as funções da solução para que foi criado.

No caso específico de produtos, essas funcionalidades devem estar agrupadas e não apresentadas de forma avulsa, mesmo que se trate de um protótipo.

MVP tende ir direto ao foco do problema e resolver da forma mais simples inicialmente, e evoluir ao longo do processo.
Wish versus reality – ways of problem solving / solution finding

Logo, oferece-se um produto com um mínimo de funcionalidades para que se possa experenciar de modo prático a reação do mercado e a recepção dos clientes em relação a ele, atestando se, efetivamente, pode solucionar o problema a que se propõe.

Pensar simples é um ótimo exercício para compreender o conceito de MVP.

MVP: feedbacks de clientes e manifestação do mercado

A aplicação da metodologia do MVP parte de pesquisas qualitativas que permitem que a empresa investigue as variáveis intrínsecas à dinâmica de seus produtos ou serviços no mercado e o comportamento dos clientes.

Além disso, identifica suas possíveis falhas, a fim de ajustá-las antes do lançamento integral. Essa pesquisa empírica também possibilita a melhor aplicação de preços e o desenvolvimento de produtos e serviços realmente inovadores.

“Pedir a opinião dos clientes não é científico. Científico é saber como eles vão se comportar diante do seu produto.”

Eric Ries

No mais, também permite que a empresa detecte previamente eventuais mudanças na demanda do mercado.

Em resumo, o conceito de MVP baseia-se na aplicação de um modelo que se apoia no feedback do mercado para nortear o desenvolvimento de um produto ou serviço, uma espécie de pontapé inicial de um processo que avança gradativamente para a sua construção total.

O principal método de criação da CargOn é inspirado no conceito MVP.

Portanto, feedbacks devem ser a base para uma melhoria contínua, até que se alcance relativa certeza de que o produto ou serviço é viável e pode ser disseminado no mercado. Este é um processo longo em que a principal técnica consiste na tentativa e erro.

“Sempre que estivermos diante daqueles problemas muito difíceis, quando ficamos dando voltas e não sabemos o que fazer, tentamos convertê-los para algo simples e direto perguntando: Bem, o que é melhor para o nosso consumidor?”


Jeff Bezos

MVP: o ponto ideal

A esta altura você deve estar se perguntando: mas como achar o ponto ideal de seu MVP?

Para isso, temos um princípio bem representado na metáfora da Qualidade Cachinhos Dourados, personagem título da história infantil que sempre encontrava o melhor para si mesma diante de três opções de diferentes tamanhos de pratos de sopas para comer, de cadeiras para descansar e de camas para deitar-se.

Então, Cachinhos Dourados foi procurar outro lugar para descansar na casa e encontrou 3 camas em um quarto no andar de cima. Ela foi se deitar na primeira cama que era a maior. E a cama era muito, muito dura!

Depois foi se deitar na segunda cama, a média, mas ela afundou no colchão que era muito mole. Na cama menor ela ficou bem mais confortável: tinha um tamanho perfeito e era muito quentinha. Ela ficou tão relaxada que acabou adormecendo ali mesmo.”

O conceito de MVP é observado nessa escolha de Cachinhos Dourados: precisa ser real o bastante para ser funcional, sem que se invista tempo e dinheiro demais a ponto de não se poder mais se desprender dele.

Essa é a fórmula ideal que cada negócio precisa encontrar.

Portanto, entenda alguns aspectos:

– É preciso ter disposição para mudanças;

– Nem todas as ideias dão certo;

– Quanto mais tempo se trabalhar, mais apegado irá ficar.

E você, já aplicou o MVP em sua empresa ou trabalhou em algum projeto que envolvesse essa metodologia? O que pensa sobre ela? Trouxe bons resultados?

Fale um pouco sobre a sua experiência para enriquecermos nossos olhares.

Denny Mews, CEO & Founder of CargOn.

Nexialista: pensamento amplo e integrador

Conhece o termo nexialista e seu significado? Bom, para contextualizá-lo, uma pergunta: quando você se depara com um problema, como é a sua abordagem para encontrar uma solução?

Parte da especificidade para um contexto amplo ou parte do contexto amplo, integrando processos até chegar na especificidade?

Se você se identifica com a segunda opção, talvez tenha o perfil e o pensamento de um nexialista.

O termo deriva justamente de “nexo”, da busca por encontrá-lo entre as informações que brotam diante de nós diariamente no ambiente de trabalho e até mesmo em nossa vida pessoal.

O Nexialista

O nexialista nem sempre tem as respostas para tudo, mas vai descobrindo como e onde encontrá-las ao conectar conhecimentos aparentemente não relacionados e formar nexo entre as informações.

Meu perfil é justamente esse e, sinceramente, ninguém nasce um nexialista e age como tal desde o princípio de sua carreira. Na verdade, ao longo de nossos anos de experiência profissional, encontramos meios e lições indicando que pensar em um sentido amplo e simplificar problemas são as melhores soluções.

Assim, evitamos um pensamento linear e condicionado que siga respostas padrão ou diagnósticos generalistas que inviabilizam a visão do todo.

Espero poder compartilhar com vocês um pouco do que aprendi e aplico em meu dia a dia, difundindo esse conceito e seus pressupostos práticos. Vem comigo?

Nexialista: integrador processual

A procura por nexo empregada pelo nexialista pode ser traduzida em outro termo: esse tipo de profissional é um integrador processual. E o conceito de nexialismo surgiu da literatura de ficção científica, no romance The Voyage of the Space Beagle (1950) (https://en.wikipedia.org/wiki/The_Voyage_of_the_Space_Beagle), do escritor canadense-americano A. E. Van Vogt (https://factordaily.com/new-worlds-weekly-van-vogt-nexialism/).

Obra  The Voyage of the Space Beagle (1950). Foi inspirada em Star Trek, que tem tudo a ver com o pensamento Nexialista de integrador processual.

Essa obra foi a inspiradora da série Star Trek e conta a estória de um único nexialista no meio de uma missão especial cheia de especialistas. Adivinha quem saía como herói na maior parte das dificuldades pelas quais a tripulação passava?

Até pouco tempo atrás, o nexialismo (https://www.researchgate.net/publication/256477618_Towards_a_science_of_Nexialism) não era considerado um perfil, um método ou uma ciência de fato.

Vivíamos a era dos especialistas. Mas agora, ele é um novo padrão profissional, traduzido em um líder com a capacidade de estabelecer um modelo diferente de pensamento, a partir de uma visão sistêmica e sinérgica que cria ideias integradoras e de múltiplas abordagens.

No dia a dia profissional, pontos extremos e adversos podem ser dificultosos para os especialistas, pois estes, focados em apenas uma ou poucas formas de ação, muitas vezes se veem perdidos no caos, no excesso de informações, problemas e oportunidades.

No entanto, como o herói da tripulação, temos a atuação do nexialista que, pode não ser um técnico ou conhecer profundamente determinados assuntos, mas sabe o suficiente sobre muitos deles para encontrar soluções factíveis.

Nexialista: o herói da era da descontinuidade

Se o nexialista é o herói de uma tripulação interespacial de especialistas na ficção, ele também pode sê-lo na realidade.

E qual a nossa realidade atual no contexto dos negócios? Podemos dizer que é aquilo que Peter Drucker chamou, em 1969, de “a era da descontinuidade”, em que “o imprevisível é o pão de cada dia, para os homens, para as organizações e para a humanidade como sistema”.

Por isso, cada vez mais precisamos de profissionais que saibam lidar com a complexidade e a diversidade das forças atuantes, administrando um aspecto constante: a mudança.

“O imprevisível é o pão de cada dia, para os homens, para as organizações e para a humanidade como sistema”

Peter Drucker

Dessa maneira, a atualidade demanda revisões constantes de planos e estratégias que devem evoluir à medida que a mudança se apresenta. A meu ver, nem as estruturas formais e hierárquicas com atribuições fixas resistirão às transformações que os próximos anos resguardam para o mercado.

Assim, as empresas dependem de sua própria capacidade de leitura e interpretação dos fatos externos para responder e lidar com as ameaças inerentes à mudança.

Por isso, novos e seguidos diagnósticos em busca da essência fundamental da administração contemporânea são necessários. Estes devem partir de um sistema de forças relacionadas entre si, exigindo uma abordagem contingencial e uma visão sistêmica efetiva.

Nexialista: o líder da mudança

Portanto, o líder nexialista possui necessidades impulsionadas pelo desejo da mudança, o que se encaixa perfeitamente na era da descontinuidade. Ele também busca por soluções atípicas, capazes de adequar interesses comuns entre pessoas, instituições e empresas.

Dessa maneira, é capaz de criar alternativas eficazes, substitutas de atitudes arraigadas e antigos paradigmas, que proporcionam interação e troca de conhecimentos entre as pessoas.

Pensar simples, tem a ver  o com modo de agir do Nexialista. Que busca simplificar o modo de solucionar os problemas.

Esse raciocínio, essa abordagem, que muito tem a ver com o conceito do pensar simples (http://teste.dennymews.com/blog/a-solucao-e-pensar-simples/), pode fazer com que mais profissionais passem a enxergar o todo, de modo a contemplar a diversidade de competências e de abordagens dentro de uma coletividade.

E é justamente esse o maior compromisso do nexialista: uma liderança agregadora que inspira pessoas e processos de mudança.

Em resumo, esse perfil de profissional imprime um padrão de comportamento em que a comunicação e a integração de informações constituem a principal estratégia de ação.

Então, por meio dessa visão integradora, surgem insights que possibilitam organizar as informações, agregando várias disciplinas que compõem o conhecimento humano dentro de sua pluralidade.

“Chegamos ao fim desta era, do período em que a ideia do progresso submeteu os demais conceitos analíticos em todas as áreas do conhecimento humano, nos aproximamos de um estágio da história em que devemos começar a pensar sobre o próprio pensamento. No fim de uma era, devemos nos engajar num repensar radical”

John Lukacs

Além disso, o nexialista sabe questionar. Formula perguntas poderosas para estimular outras pessoas a buscar informações, a realizar análises e a desafiar respostas prontas e específicas.

Assim, trabalhando em grupo, encontra meios colaborativos para atingir metas e desenvolver outros talentos.

Finalizando, o conceito de nexialista engloba:

Simplicidade (http://teste.dennymews.com/blog/a-solucao-e-pensar-simples/), profundidade, conexão entre pessoas e resultados, muita curiosidade e diversas competências paralelas.

E você? Se considera um nexialista?

Vamos trocar experiências, compartilhe comigo um pouco do que você pensa sobre esse tipo de profissional e sua abordagem de trabalho.

Denny Mews, CEO & Founder of CargOn.